9 de out de 2016

O que a ração seca faz com o trato gastrointestinal do seu gato?

Texto traduzido de: What Dry Food Does to Your Cat's Gut

Texto escrito pelo médico veterinário Guillermo Diaz, graduado na Universidade Mayor de San Marcos, em Lima, Peru.

“Eu quero mudar a alimentação da minha gata para uma dieta natural, mas, por enquanto, ela ainda come ração seca. Eu percebi que ela vomita frequentemente, quase sempre depois de comer. O que tem na ração seca que faz com que os gatos vomitem? O vômito parece quase igual ao alimento recém ingerido!”


“Por que meu gato vomita?” é um dos questionamentos mais comuns que os veterinários escutam. O vômito é a primeira defesa do organismo que os gatos possuem para protegê-los da absorção de substancias que poderiam ser prejudiciais à eles.

Neste texto irei considerar como “vômito” tudo o que o gato expele pela boca, digerido ou não.

Gatos possuem um trato gastrointestinal muito curto, poderosos musculos abdominais e um sistema nervoso simpatico muito preciso e delicado que consegue perceber substancias nocivas e permite ao gato expeli-las. Gatos evoluiram como carnivoros estritos. Eles são altamente especializados para ingerir, digerir e absorver proteina e gordura animal de forma eficiente. Gatos desenvolveram dentes em forma de tesoura exclusivamente para rasgar, cortar e esmagar ossos e carnes.




Quando alimentados com ração seca, seus dentes não são eficientes para lidar com os pequenos grãos na mastigação. Como resultado, a maioria dos grãos são engolidos intactos. Por causa da umidade extremamente baixa das rações secas, usualmente entre 5-10%, uma vez que os grãos são ingeridos, eles tendem a absorver uma grande quantidade de água da saliva e sucos gástricos, para que possam ser digeridos. Mas, no processo e, como efeito colateral, esses grãos incham e muitas vezes excedem a capacidade do estomago, alargando sua parede e as fibras nervosas em seu interior.

 Isso envia uma mensagem de SOCORRO para a medula oblognata do cerebro, o centro de controle do vomito, gerando um processo que muita gente conhece: o gato começa a miar de maneira estranha e a retrair o corpo, vomitando toda a ração que foi ingerida alguns poucos minutos atrás. Essa é a origem das estruturas estranhas tubulares que encontramos pelo chão.



A mensagem do trato digestivo do gato é: “Eu não consigo digerir essa comida.”

Esse é um dos efeitos, um efeito mecânico, da ração seca no estomago do seu gato. Vomito em gatos não é algo normal e é um sinal de alerta que algo errado está acontecendo. Muitas patologias envolvem vomito como sintoma e é por isso que você precisa levar seu gato ao veterinário para um check-up e descartar essas doenças que podem ser uma possível causa.

Aqui estão alguns problemas de saúde que podem fazer um gato vomitar:
• Intolerância Alimentar
• Alergia alimentar
• Gastrite, aguda ou cronica
• Doenças do figado
• Pancreatite
• Uremia
• Trauma
• Intoxicação ( drogas, quinicas, toxinas )
• Insuficiência Renal

Outro efeito da ração seca no sistema imunológico: muitos gatos desenvolvem alergia à ração seca. É por isso que o vomito ocorre de maneira intermitente por um longo período de tempo. Se o gato aparenta estar bem, mantém o peso normal, não parece doente e apresenta niveis normais de energia, mas vomita apenas ocasionalmente, você deveria considerar uma alergia alimentar como possivel causa.

você já soube de um algum carnivoro estrito alergico à carne?

Em ambos os casos, se o vômito for uma resposta mecânica ou imune, a integridade da mucosa interna do estomago será danificada. 

Vamos dar uma olhada rápida nos componentes anatômicos do estomago, da camada externa até a interna: 
*Serosa – é a camada que recobre todo o trato digestivo 
*Camada muscular – fibras musculares lisas que percorrem todo o estomago e intestino. Essa camada permite ao trato digestivo se mover e contrair, movimento chamado peristaltismo, facilitando a digestão. 
*Submucosa – O local onde as glândulas digestivas estão localizadas, assim como o sanguineo *Mucosa – a camada interna, onde a digestão molecular ocorre. Essas estruturas em formato de dedos são cobertas por enterócitos ( as principais celulas da mucosa intestinal ). 

estomago humano ilustrando as estruturas internas e camadas

Por causa de danos mecânicos ou de imunidade à mucosa, uma interrupção/ruptura, ocorre na delicada barreira permitindo a passagem de nutrientes não-digeridos, ou seja, proteinas, muitos tipos de aditivos e conservantes na comida e bacterias do intestino, da comida para a corrente sanguinea. Todos esses componentes agora são alérgenos. 

Essas moléculas não-digeridas e inteiras são detectadas pelo sistema imunológico, gerando uma resposta imunológica e sinalizando ao individuo que estes antígenos especificos estão presentes na comida. A mucosa intestinal é uma barreira muito eficiente que limita a absorção de macromoléculas. Depois que o antígeno é exposto ou apresentado para a mucosa pela primeira vez, geralmente, uma resposta imunológica local se desenvolve. 

Essa resposta inflamatória reduz a quantidade de material antígeno absorvido e, se persistir, essa resposta de defesa irá se espalhar por todo o corpo. 

Quando uma inflamação no trato gastrointestinal é estabelecida e o paciente não é tratado, o nivel de absorção aumenta já que há vasodilatação da mucosa, assim possibilitando uma maior absorção desse alergênico, causando um ciclo vicioso. Quando isso ocorre, o primeiro sinal clinico observado geralmente é o vomito, as vezes com presença de sangue. 



Esses sinais podem preceder diarreia, fezes moles, anorexia, coceiras, alopecia, irritação, lambedura excessiva, perda de pêlo e infecções secundárias na pele. Se o intestino delgado for afetado, o animal irá apresentar um grande volume de diarreia ou fezes moles, condições corpóreas ruins e perda de peso. 

Muitos gatos com inflamação cronica do trato gastrointestinal mão apresentam diarreia até que eventos de stress aconteçam, como prenhez, parto ou mudança de ambiente. 

A melhor e mais efetiva maneira de parar com esse circulo vicioso é parar de alimentar o seu gato com uma comida tão biologicamente inapropriada e oferecer a ele uma dieta natural. 

Não esqueça que o trato intestinal tem uma grande capacidade de renovação de suas celulas em um nivel extraordinário, até mais do que outros tecidos. É só dar à Mãe Natureza uma chance de cura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.